Home / Economia / EAD aumenta faturação para 4,7 milhões de euros e distribui lucros
faturação
EAD aumenta faturação para 4,7 milhões de euros e distribui lucros (foto:DR)

EAD aumenta faturação para 4,7 milhões de euros e distribui lucros

Líder de mercado em gestão documental, a EAD – Empresa de Arquivo de Documentação faturou, em 2016, 4,7 milhões de euros, mais 5% do que no ano anterior.

O volume de negócios da empresa subiu, assim, de 4,5 milhões de euros em 2015, para 4,7 milhões de euros em 2016, prevendo-se para 2017 um crescimento superior a cinco milhões de euros.

Perante estes números, que se traduziram num resultado líquido de 682 mil euros, a empresa líder e pioneira na área de Custódia e Gestão de Arquivo no país procedeu à habitual distribuição de lucros entre acionistas e trabalhadores.

O EBITDA, que em 2015 se tinha situado nos 1,29 milhões de euros, caiu 4% em 2016 para os 1,23 milhões de euros, justificado pelo investimento de um milhão de euros na aquisição da tecnológica Fin-Prisma no final do ano passado, bem como de um novo depósito em Vila do Conde, investimento esse no valor de 500 mil euros.

Mais de metade do volume de negócios da EAD continua a dever-se à Custódia e Gestão de Arquivos (2,7 milhões de euros), seguindo-se os serviços de Digital Service Bureau (1,4 milhões de euros) e os Arquivos Correntes (469 mil euros).

Ao todo, foram digitalizadas em 2016 mais de 19 milhões de documentos, uma subida de 12% face aos 17 milhões de documentos digitalizados em 2015.

Para 2017, a EAD prevê que o nível de faturação ultrapasse os cinco milhões de euros, prosseguindo com a estratégia para consolidar a liderança no mercado nacional e apresentar novas soluções tecnológicas aos seus clientes. A empresa mantém, ainda, o objetivo de prosseguir com a internacionalização na Polónia.

Recorde-se que, em 2016, a EAD foi considerada uma das “Melhores Empresas para Trabalhar EXAME/EVERIS/AESE”, e PME Excelência, pelo IAPMEI. Há já cinco anos consecutivos que é também considerada PME Líder.