Home / OPINIÃO / Porque devem as empresas usar web analytics

Porque devem as empresas usar web analytics

Por: Ricardo Godinho, marketing analyst e fundador da Good Intelligence

Embora o marketing ainda seja para muitas PME uma função que se entrega a um web designer ou uma tipografia, já existem muitas empresas que estão a aproveitar uma nova geração do marketing, o marketing analytics.

 

Marketing antes da crise

Muitas campanhas eram baseadas na inspiração dos criativos e na razão dos HIPPOS (tradução: “opinião mais bem paga”). Não havia uma ciência, muitas vezes nem se sabia muito bem quais eram os resultados, era uma espécie de jogo e todos o jogavam da mesma maneira.

 

O cliente está melhor informado por causa da web

Como os clientes têm melhor acesso à informação, o fenómeno web fez com que a presença online se tornasse uma peça fundamental no marketing.  Muito do investimento em marketing está a ser transferido de outros canais para o digital. Só em gastos de publicidade digital, a Statista prevê uma aumento médio de 15% anual até 2020.

 

Todo o mercado passa pelo online

Segundo dados estatísticos, 70% dos Portugueses estão na internet. Existem mercados em que se verifica que 100% das pessoas estão todos os dias na internet, quer nas redes sociais, quer a consultar emails ou a googlar.

 

Web analytics permite ver tudo o que se passa na hora

Ao invés dos dados estatísticos que levavam meses a chegar aos decisores, agora, através do web analytics, muito é permitido saber, desde filmar a visita ao website, fazer testes estatísticos, obter a identificação de dados demográficos, tudo com a intenção de conhecer o mercado relevante, de modo a oferecer ao mercado conteúdos interessantes e de rápida interpretação.

 

Aviso: existem agências que dizem oferecer web analytics, até por vezes apenas informam o número de visitantes, web analytis é melhoria contínua do retorno de investimento.

 

No marketing onde se estabelecem os objetivos

Uma das grandes mudanças no marketing, é que não pode deixar de ter objetivos. Nas várias fases do marketing, nos segmentos de mercado, nos diferentes canais, existem objetivos diferentes. Tudo é feito com um propósito, tal como escrever uma página web que atrai muitos visitantes, para se tornar mais conhecido ou escrever uma página web apenas com a finalidade de ser contactado.

 

O analytics é uma ferramenta da nova máquina de marketing

O analytics é a iniciativa constante. Empresas sem cultura de melhoria contínua, sem o compromisso da direção, empresas em que as decisões são unicamente baseadas no culto da personalidade é difícil terem um processo de web analytics com resultados.

O analytics é uma parte de um todo, onde estão envolvidos os comerciais, os clientes, a direção, onde não existem silos ou politiquice. Nas táticas de marketing, são necessários profissionais como informáticos, copywriters, experts, designers, relações públicas de modo a oferecer conteúdos que convençam o mercado a comprar os seus produtos.

A prova do retorno deste modelo de gestão de marketing baseado no analytics está patente nas organizações que prevalecem, como a Amazon e o Google.

 

Como começa o web analytics

O primeiro passo é estabelecer os objetivos. Configura-se um sistema de extração de dados com fiabilidade no Google Analytics e outras plataformas, filtrando todo o ruído desnecessário. No início é necessário começar por fazer uma análise heurística para eliminar os erros da experiência de utilizador.

E começam a chegar as primeiras recomendações pela luta das taxas de conversão, quer sejam a subscrição de emailing, quer pedidos de contacto, quer vendas ecommerce, menor taxa de rejeição e muito mais.

ricardo godinho pme magazine
Ricardo Godinho é especialista em marketing analytics