Home / Destaques / “Ser empresário em Portugal não é fácil” – Álvaro Covões (fotos e vídeo)
  • Álvaro Covões no lançamento da PME Magazine de outubro (Foto: João Filipe Aguiar)

“Ser empresário em Portugal não é fácil” – Álvaro Covões (fotos e vídeo)

Álvaro Covões, empresário e diretor-geral da Everything is New, é a figura de capa da edição de outubro da PME Magazine marcou presença na apresentação da revista, onde deu uma palestra num momento de networking com dezenas de empresários.

Defensor do trabalho produzido pelas pequenas e médias empresas, Álvaro Covões sublinhou que “a base da sociedade portuguesa e de grande parte das sociedades do mundo ocidental são as empresas”, porque “criam emprego, geral riqueza e geram a base de impostos que vai para o Estado”.

“Ser empresário em Portugal não é fácil. Este é um país em que, quando acordamos de manhã não sabemos se as regras vão ser diferentes”, salientou.

Falando especificamente do NOS Alive, o empresário deu o exemplo: “Em 39 horas de funcionamento, somos fiscalizados por cem pessoas diferentes.”

Álvaro Covões lembrou que vem de uma geração em que “não ensinavam a ser empreendedores”, exultando a importância da mudança para os dias de hoje.

“É importante haver a possibilidade para todo o cidadão de, ou querer ser empreendedor, ou querer ser trabalhador por conta de outrem. São duas funções essenciais. Nem todos nasceram para serem empreendedores ou empresários, nem todos nasceram para ser trabalhadores.”

O diretor-geral da Everything is New falou, ainda, do seu percurso ligado aos espetáculos, da passagem pela banca, onde trabalhou numa sala de mercados durante sete anos, até se dedicar exclusivamente ao mundo dos espetáculos, inicialmente com a Música no Coração e depois com a empresa que fundou em 2007.

Deixou, ainda, conselhos aos empresários, para que estejam atentos ao mercado e às oportunidades que possam estar por agarrar.

Falando especificamente sobre o mundo dos festivais, Álvaro Covões reconheceu que é “um produto ainda não atingiu maturidade”, porque “Portugal é um mercado muito pequeno”, mas lembrou que “ver um espetáculo é uma terapia de grupo”.

 

Veja as fotos e o vídeo do evento aqui.

Vídeo: JD-Edition

Fotos: João Filipe Aguiar