Home / Empresas / Empreendedorismo / Indico Capital Partners investe na empresa portuguesa de software Sound Particles
Indico Capital Partners

Indico Capital Partners investe na empresa portuguesa de software Sound Particles

A Indico Capital Partners, sociedade de capital de risco portuguesa, acaba de anunciar o seu primeiro investimento na ronda de pre-seed da Sound Particles que totaliza 400 mil euros. A empresa portuguesa de software áudio 3D é amplamente reconhecida e utilizada pelos maiores estúdios cinematográficos em Hollywood.

Nos últimos dois anos, a empresa de software áudio 3D tem revolucionado o design de áudio e já foi utilizada em mais de 40 filmes e blockbusters norte-americanos como o ‘Aquaman’, ‘Carros 3’, ‘Batman versus SuperHomem’, ‘A Múmia’, ‘Wonder Woman’, ‘Liga da Justiça’, ‘Ready Player One’ ou ‘Dia da Independência 2’ e é amplamente reconhecida pelos designers de som como um software inovador na indústria cinematográfica.

O financiamento de 400 mil euros, liderado pela Indico e realizado em conjunto com a REDAngels, vai permitir à empresa concluir a sua transição para um modelo de negócio SaaS (Software as a Service) e começar a preparar a abordagem aos grandes mercados de videojogos e da realidade virtual.

Um dos principais produtos da Sound Particles, o ‘Doppler+Air’, acaba de ser nomeado para os prestigiados prémios da Cinema Audio Society (Associação de misturadores de som de Hollywood), na categoria de ‘Outstanding Product’, cuja cerimónia irá decorrer a 16 de fevereiro em Los Angeles. A Sound Particles foi igualmente um dos finalistas para os prémios científicos da Academia (Óscares) em 2018 e, mais recentemente, foi considerada pela revista de áudio norte-americana Mix como uma das futuras empresas mais promissoras da indústria do som.

Nuno Fonseca, fundador e CEO da Sound Particles afirma que “o que aconteceu com a computação gráfica na indústria cinematográfica está agora a ser replicado a nível sonoro pela Sound Particles – e é uma enorme revolução. Estamos muito satisfeitos por termos o apoio da Indico, tendo em conta a sua abordagem e o seu histórico de sucesso, para nos ajudar a entrar num novo nível de ambição global”.

A equipa de gestão da Indico é composta por Stephan Morais (ex-Administrador Executivo da Caixa Capital), Ricardo Torgal (ex-gestor de investimentos na Caixa Capital) e por Cristina Fonseca (co-fundadora e acionista da Talkdesk) que reúne uma experiência ímpar de investimento no mercado nacional.

Com 46 milhões de euros, o fundo tem como objetivo identificar, investir e capitalizar as startups ibéricas mais promissoras, em particular as sediadas em Portugal, e investe entre 150 mil e 5 milhões de euros por empresa (rondas pre-seed a série A e subsequentes) durante o seu período de vida de 10 anos.