Home / Empresas / “O networking abre muitas portas” – Sandra Correia (com vídeo)
sandra correia networking pme magazine
Entrevista a Sandra Correia decorreu no Clube VII, em Lisboa (Foto: Pedro Machado, CN Media)

“O networking abre muitas portas” – Sandra Correia (com vídeo)

Por: Mafalda Marques

 

Define-se como uma sonhadora e concretizadora de sonhos, mas é pelo exemplo que tenta chegar a todas as gerações, transversalmente. CEO da Novacortiça, quis mudar de vida pois estava cansada de viajar entre países. Foi no mindfullness, há 11 anos, que se encontrou e, aos 45 anos, garante que o networking é a fórmula do seu sucesso.

 

Veja aqui o vídeo da entrevista a Sandra Correia:

 

PME Magazine – Sandra Correia, 45 anos, mulher e empresária. Como se define?
Sandra Correia – Defino-me como uma sonhadora e concretizadora de sonhos. Acho que esta é a minha melhor definição, porque é isso que eu faço na vida: sonhar, concretizar os meus sonhos e ajudar os outros a concretizar os seus. Além disso, sou resiliente, persistente, lutadora, focada, visionária… essencialmente isto [risos].

PME Mag. – Foi distinguida em 2011 como a Melhor Empresária da Europa. Transformou o prémio num ato de igualdade de género, mas a empresa que integrava (Pelcor) já tinha boas práticas nessa área. Pode explicar melhor?
S. C.– A Pelcor é uma marca que nasce dentro da empresa mãe Novacortiça que é uma empresa de família. A Novacortiça, que sobretudo produz discos para as rolhas de champanhe, é uma indústria, uma fábrica, e nós sempre tivemos mais colaboradores do género feminino do que masculino. Estando dentro da Novacortiça e sendo sobretudo uma indústria masculina, tentei também, com a ajuda do meu pai, que é um homem muito visionário, implementar a igualdade de género dentro da própria empresa. Nessa altura em que recebi o prémio de Melhor Empresária também a Novacortiça foi premiada pelo Parlamento Europeu como uma empresa exemplo de
igualdade de género.

 

Leia a entrevista na íntegra na edição de outubro da PME Magazine.