Home / Empresas / Ambiente / PortugalFoods corre o país em busca de ideias eco-inovadoras
ECOTROPHELIA

PortugalFoods corre o país em busca de ideias eco-inovadoras

As candidaturas para a 3ª edição do Prémio ECOTROPHELIA Portugal, iniciativa que promove a eco-inovação, o empreendedorismo e a competitividade no setor agroalimentar, desafiando estudantes do ensino superior a desenvolverem produtos alimentares diferenciados, já estão abertas e decorrem até dia 3 de abril.

A PortugalFoods, associação que representa o setor agroalimentar e organizador do prémio no país, está a percorrer as universidades e institutos de norte a sul dando a conhecer o galardão e em busca de ideias inovadoras e sustentáveis.

O ECOTROPHELIA Europe conta já com 19 edições e decorre em 17 países, nomeadamente Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Lituânia, Reino Unido, Roménia, Sérvia e ainda Portugal, onde acontece há três anos.

A nível internacional, contou já com a participação de mais de 4.000 estudantes de mais de 500 instituições de ensino, resultando em mais de 860 produtos desenvolvidos e mais de 80 produtos industrializados ou comercializados, contando com o apoio de cerca de 2.000 empresas. Em Portugal, em duas edições, o prémio envolveu mais de 150 estudantes, mais de 20 entidades do sistema científico-tecnológico e mais de 20 empresas, tendo sido desenvolvidos 32 produtos.

Os projetos que se inscreverem, passarão, após a fase de candidatura, pelo olhar atento de profissionais de diferentes áreas, que irão avaliar a ideia e o potencial do projeto para o setor. O júri é encabeçado por Vergílio Folhadela, da RAR Holding, também embaixador do prémio.

É fundamental para a academia estar próxima da realidade das empresas e proporcionar aos seus estudantes uma experiência com aplicação prática. Por outro lado, as empresas têm neste prémio uma oportunidade de contactar gente nova e criativa para trabalhar projetos inovadores e os jovens que tenham uma boa ideia têm a hipótese de a colocarem em prática, pelo que o ECOTROPHELIA representa um ‘win-win’ para todas as frentes”, afirma o presidente do júri, adiantando que “a inovação é a chave para o setor agroalimentar continuar a crescer dentro e fora de portas”.

Os interessados têm até dia 3 de abril para apresentar as suas candidaturas e os 10 finalistas da edição de 2019 serão conhecidos a 15 de abril. A competição nacional e cerimónia de entrega do galardão decorrerá no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, a 21 de maio, e o grande vencedor terá a oportunidade de representar o país a nível europeu. A competição internacional terá lugar nos dias 6 e 7 de outubro, em Colónia, na Alemanha, no âmbito da ANUGA, feira internacional do setor de alimentos e bebidas.